terça-feira, 12 de julho de 2011

A PAZ INTERIOR . . .

.

Ele - Pápi, tu conheces a paz interior?
Eu - Como assim, explica-me melhor o que isso é Lucas?
Ele - Então olha, é o que tu atinges quando meditas 50 anos numa gruta sem comer e sem falar ou quando te acontece um acontecimento traumático…
Eu - O que é um acidente traumático?
Ele - É um terrível acontecimento em que a culpa é tua. É terrível só porque não estás habituado a lidar com esses acontecimentos e quando sabes isso ganhas paz interior.
Eu - Como sabes isso, assim tão direitinho?
Ele - Aprendi no Panda Kung Fu.
Eu - Eu não sei se já atingi paz interior, e tu?
Ele - Eu já, hoje!
Eu – Hoje ?!?!
Ele - Sim, tive um acontecimento terrível. Soube que a Rita afinal gosta é do G.
Eu - E isso é assim tão terrível?
Ele - Eu já sabia que não ias entender nada, vai ver o filme!
Eu - Hããããã ?!?!?!?!

2 comentários:

jardinsdeLaura disse...

Um diálo delicioso e um menino tão castiço!! Vá lá ver o filme para ver se percebe duma vez por todas... é que paz interior é fundamental! Não lhe parece?! ;)

pinguim disse...

vai ser tramado,o teu puto, hehehe...