terça-feira, 22 de outubro de 2013

QUESTÕES DE SANGUE ........

.

Eu- Então, estás satisfeito com o teste de história?
Ele – Nem por isso … algumas perguntas tinham matéria que não me lembro de ouvir o professor falar.
Eu- Por exemplo…?
Ele – Sedentários e Nómadas… , nem me lembro de falar sobre isto…
Eu- O que escreveste?
Ele – Os Sedentários são os que comem sangue.
Eu- O que te leva a dizer isso?
Ele – Então, estou farto de ouvir que eles são os “Sedentos de Sangue”.
Eu- Hummm…. ligação interessante….
.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

ESQUECIMENTOS . . .


Há pouco numa estação de rádio.
Jornalista – Como viveu a tragédia?
Vítima – Senti o comboio a acelerar, depois ele saiu do carril e as malas começaram a cair e acabei deitada no chão com malas, cadeiras partidas e corpos em cima de mim. Os socorristas tiraram-me do comboio com muita dificuldade, eu não sentia a perna... Foi terrível ….
Jornalista – Aqui está mais um testemunho de quem viveu o acidente, ainda muito nervosa, e não se lembra de nada!
Eu – Hãããã ?!?!?!?!
Lucas – Pápi, quem não se lembra é o senhor da rádio … !!!
Eu – Isso Lucas !!!
.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

É ESTUPIDO . . .

.
Ele - Pápi, lá no ATL muitos miúdos vão fazer exames.
Eu - Que fixe.
Ele - Pois, mas eles estão com medo de sofrer….
Eu - De quê?
Ele - Que corra mal.
Eu - O quê?
Ele - O exame…
Eu - Que exame?
Ele - O que vão fazer…
Eu - Mas se ainda o vão fazer qual a vantagem de sofrer?
Ele - Não sei…
Eu - Espera lá a ver se entendo, já estão a sofrer com medo de sofrer…?
Ele - É… é estranho pápi, ter medo de sofrer já é sofrer do que se tem medo!
Eu - Parece que sim Lucas.
Ele - Ok, não há vantagem, é estupido.
.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

VAI SER UM EXAME FIXE ...


Falávamos com o Lucas sobre o próximo exame nacional do 4º ano do ensino básico, instruções burocráticas entregues ontem numa reunião com os pais.

Ele - Pápi, tenho um bocadinho de medo…
Eu - Tens?
Ele - Sim!
Eu - Bom. Isso é normal e pode ser bom.
Ele - Isso é bom…?!
Eu - Acho que sim. Estou a lembrar-me daqueles homens das cavernas, caçadores, os que lemos ontem no livro…
Ele - Eles faziam exames?
Eu - Parecido… quando eles iam caçar achas que tinham um pouquinho de medo?
Ele - Deviam ter medo dos tigres.
Eu - Certo. O que é que eles faziam quando estavam com medo dos tigres?
Ele - Ficavam muito atentos ao que estavam a fazer.
Eu - Ok, o que achas que vai acontecer se tiveres um bocadinho de medo antes do exame?
Ele - Espera… achas que fico mais atento?
Eu – Talvez… e isso é natural e é bom, certo?
Ele - Pois… boa ideia. E depois passa, passa sempre!
Eu - Então está bem, vai ser um exame muito fixe.
Ele - Pois vai!
:)

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

REALIDADES IMAGINADAS . . .


.
Ele - Pápi, a imaginação tem limites?
Eu - O que achas?
Ele - Acho que não.
Eu - Porquê Lucas?
Ele – Porque quando brinco estou a inventar realidades…
Eu - Realidades?
Ele - Sim, eu brinco com realidades imaginadas.
Eu - E como sabes que podes inventar realidades sem limite?
Ele - É fácil, porque sou eu que imagino e ninguém pode imaginar por mim.
Eu - Claro, faz sentido.
Ele - Se ninguém pensa por mim nem pode entrar na minha cabeça, só deixo de imaginar quando quiser.
Eu - Concordo…
Ele - Pápi, sabes que quem não sabe imaginar não sabe brincar!
.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

QUESTÃO DE ESPAÇO . . . TALVEZ . . .

.

Ele - Pápi, há limite para os pensamentos de um dia?
Eu - Como assim, limite?
Ele - Então, os pensamentos ocupam espaço e a mente pode não ter espaço para todos os pensamentos de um dia.
Eu -Acho que tem espaço…
Ele - Mesmo para os pensamentos que ocupam muito espaço?
Eu - Por exemplo… ?
Ele - Por exemplo, aqueles pensamentos importantes…
Eu - Lucas, talvez os pensamentos importantes sejam grandes apenas porque são importantes e não sejam grandes porque ocupam muito espaço.
Ele - Talvez…, é isso!
Eu - Que tipo de pensamentos estás a pensar, por exemplo?
Ele - Estou a pensar que te amo muito e isso é um grande pensamento e é importante para mim. Como penso muito isso, e com as coisas da escola, pensei que não cabia tudo na minha mente. Acho que entendi o que querias dizer pápi. Amo-te muito.
:)

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

ARGUMENTOS QUÂNTICOS . . .


Lia eu umas “cenas” sobre mecânica quântica a propósito de uma conversa tida no dia anterior que incluía reiki e universos paralelos….

Ele – O que é isso que estás a ler “da quântica” ?
Eu – É um artigo sobre “estados quânticos” …
Ele – O que é isso?
Eu – Hummm… não é fácil explicar…, tem relação com física, sistemas de energia. É uma forma de “olhar” para o que acontece sob um ponto de vista subatómico, os sistemas são probabilísticos, não estão relacionados com estados físicos como normalmente se estuda na física que vais aprender no liceu…. Lucas eu nem te consigo explicar bem.
Ele – Isso é importante?
Eu - Acho que sim, é muito interessante… pode-se propor outras explicações para o que acontece e para a vida.
Ele – Se isso é assim importante, quer dizer que vou saber muito mais disso do que tu sabes agora, tás confuso, acredita!
Eu – Hãããã … poiisss … !!!!

Ele - (Já agora pápi, ouvi dizer que o Einstein criou o Frankenstein com matéria “bi-orgânica” e eletricidade estática e uma planta medicinal que pode pôr pessoas que estão a morrer vivas pelo menos mais 5 minutos…)
Eu – Ok, tu lá sabes … !!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

PERIGOS ...


Eu- Lucas, levas o telemóvel?
Ele - Não, fica em casa.
Eu- Em casa… estranho, sempre o queres levar.
Ele- Pois…
Eu- Vá lá, diz por que não o queres levar.
Ele- Não o posso ter no bolso!
Eu- Porquê?
Ele- O Luis disse-me que é perigoso….
Eu- Como assim Lucas?
Ele- Arrisco a não poder ter filhos…
Eu- A sério… porquê?
Ele- Por que o telemóvel está muito perto da bexiga!!
Eu- Hãããã … ?!?!?!

domingo, 2 de setembro de 2012

QUE ESTUPIDO . . .

.
. Ele - Pápi, está a dar tourada outra vez na televisão, é estranho dar na televisão. Vamos criar uma página contra as touradas? Eu - Já há muitas Lucas. Ele - Já? Eu - Já! Ele - Então como há ainda touradas, é mesmo estupido. Eu - Porque há pessoas que não pensam como tu. Ele - Mas é mesmo estupido magoar o bicho. Eu - Pois é, e há quem não ache. Ele - Há? Eu - Há! Ele - Não entendo… Eu - Olha, podemos criar ou procurar páginas pelos direitos dos animais. Ele - Isso, se calhar é melhor. Continuo a não entender qual é a piada de magoar os touros… Picar as pessoas que gostam não é solução pois não? Eu - Acho que não. Ele - Pois… já imaginava...! :)

sexta-feira, 20 de julho de 2012

A ASNEIRA . . . (ou não...) !

Eu - Lucas, chama-me quando quiseres ir ao chat do facebook, ok? Ele - Foda-se, não me deixas fazer nada! Eu - Lucas, que asneira, não gosto dessa palavra. Ele - Não é uma asneira, é uma palavra não bonita. Eu - É mesmo uma asneira Lucas, acredita. Ou acha que não é? Ele - Acho que não, é um ato bonito para trazer ao mundo outra pessoa… Eu - Hãããã …?!?!?!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

DEUSES . . .

.
No telejornal falava-se da Grécia pelos motivos do costume.
Ele – Pápi, os deuses eram da Grécia?
Eu – Lucas, alguns sim, outros não.
Ele – Tenho personagens da Lego que são deuses…
Eu – Esses são a fingir…
Ele – E os outros… não são?
Eu – Humm… são, acho que sim…!
Ele – Vês !!!
Eu – Olha, também há deuses dos Romanos e até dos Nórdicos.
Ele – Nórdicos? Isso é de onde?
Eu – Fica no norte da Europa, olha por exemplo o THOR, deus dos trovões…
Ele – Nããooo… esse deus não é Nórdico, esse, eu bem sei que é da MARVEL !!!!
Eu – Hãããã……
.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

A TEORIA . . .

.

Falava-se de “aproximações” a potenciais namoradas…
Ele – Há 3 formas de “arranjar” namorada:
- A “Cliché”, quando o rapaz vai ter com a rapariga e lhe diz: “és muito gira, queres namorar comigo?”, claro que não funciona!
- A “Estupida”, quando o rapaz anda disfarçado, finge que não gosta e depois mostra que gosta e mais tarde não sabe…, a rapariga fica a saber que foi enganada e está tudo perdido… e …
- A “Misteriosa”, que é a que eu gosto, vou-me aproximando com calma, com cartas, com conversas de coisas que ela gosta e, coisa aqui, coisa ali, e… funciona sempre!
Eu -  Lucas, já tens experiências para saberes que essa teoria faz sentido?
Ele – Sentido  ?!?!?!   Pápi, daahhh…, as crianças agora sabem outras coisas ….. não estás a ver pois não… ?
Eu – Hãããã … acho que não …. !?!?!?!

.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

DEVIAS ERA OUVIR MÚSICA ...



A certa altura, vindo do quarto dele, ouvi o som de AC/DC – Thunderstruck.
Intrigado, fui até lá….
Eu – O que estás a ouvir?
Ele – AC/DC, Rock Metal…
Eu – Tu gostas disso?
Ele – Rock muito bom e é pesado, gosto!
Eu – É isso é, Heavy Metal e antigo.
Ele – Já não há música assim…
Eu – Já não há ?!?!? Lucas, tu só tens 8 anos e dizes isso …?!?!
Ele – Pois… só ouvi isto porque os “Homens da Luta” cantam (
http://www.youtube.com/watch?v=hXvls5hQwYU), é muito bom, devias ouvir.
Eu – Gosto de outras coisas….
Ele – Pois, essas coisas do piano e do Jazz…. devias era ouvir música pápi!
Eu – Hããããã ….. ?!?!?!?!

.

quinta-feira, 29 de março de 2012

QUESTÃO DE FÉ . . .

.


No ventre de uma mulher grávida, dois bebés falavam:

- Acreditas na vida pós-parto?

- Claro. Tem que haver alguma coisa. Se calhar estamos aqui a preparar-nos para o que vamos ser.

- Disparate! Não há vida depois do parto. Como é que seria verdadeiramente essa vida?

- Não sei, mas com certeza deve haver mais luz que aqui. Talvez até consigas andar com os próprios pés e comer com a própria boca.

- Isso é absurdo! Andar é impossível! E comer com a boca!? Completamente ridículo! O cordão umbilical é que nos alimenta. Só te digo isto: A vida após o parto não é possível. O cordão umbilical é muito curto!

- Eu cá tenho a certeza que há alguma coisa. Com certeza apenas diferente daquilo a que estamos habituados aqui.

- Mas nunca ninguém voltou de lá para contar... o parto é o final e mais nada! Angústia prolongada na escuridão.

- Bom, não sei como é que vai ser depois do parto, mas tenho a certeza que a Mãe vai tratar de nós.

- Mãe? Acreditas nisso!? E onde é que ela supostamente está?!

- Onde? Em tudo à nossa volta! Vivemos nela e através dela. Sem ela nada existiria.

- Eu não acredito nisso! Nunca vi Mãe nenhuma porque simplesmente não existe.

- Então, mas quando estamos em silêncio não a consegues ouvir cantar e falar? E não a sentes a afagar o nosso mundo? Sabes, eu acho mesmo que nos espera a vida real e que esta é só uma preparação para ela...

- Esquece! Isso são aquelas tretas da fé...
.

segunda-feira, 26 de março de 2012

SANGUE POSITIVO . . .

.

Passávamos em frente ao IPO no Porto.
Ele (olhando um cartaz) – Pápi que quer dizer, “Sangue, uma gota que dá vida”?
Eu – O que achas que é?
Ele – Hããã…. Já sei, é aquela coisa de dar sangue para as operações das outras pessoas.
Eu – Isso!
Ele – Já aprendi que há vários tipos de sangue, não é?
Eu – É isso.
Ele – Há o Omega negativo, o A e ainda outras letra…..
Eu – Sim, o O e ainda o A e … ….
Ele – Qual é o meu?
Eu – É o A positivo…
Ele – Eeiiiaaaa… eu sabia, eu sabia, tinha que ser positivo, eu sou muito positivo.
Eu – Lolololol…. Pois és !
Ele – Quando posso começar a dar sangue, já viste que posso fazer com que as pessoas fiquem mais positivas e não se queixem tanto? Basta eu dar-lhes o meu sangue positivo.
Eu – Hããããã~…?!?!?!?!.... Isso mesmo Lucas !!!
.

domingo, 25 de março de 2012

NU, DOMINGO ...

.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O REFORÇO . . .

.

Eu falava com um amigo sobre o Mark Janko.
Ele – Pápi, quem é esse Janko?
Eu – Lucas, é o novo reforço do Porto.
Ele – O que é um reforço?
Eu – É um jogador que vai melhorar a equipa.
Ele – Como é que sabes?
Eu – O quê?
Ele – Que vai melhorar a equipa.
Eu – aaaaaaa….aaaaaa……, não sei!
Ele – Então pode não ser um reforço…. o Messi é que era bom….
Eu – Upsss …… Pois….. (Epá…. bom ponto de vista…. até sobre o Kleber eu disse que era um reforço….)
.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

PROFISSÃO? PAI !

.

Falava-se de profissões …

Ele – Eu gostava de ser Pai.
Eu – Isso não é uma profissão Lucas.
Ele – Claro que pode ser!
Eu – Não se ganha dinheiro com isso.
Ele – Ganha-se amor e isso vale 3 vezes mais…..
Eu – Ok, estou quase a concordar contigo. Olha que dá muito trabalho.
Ele – Nããããã…. Se for com amor não dá trabalho, é só prazer.
Eu – Pronto, pronto, convenceste-me…
Ele - Pápi, não precisas de ser convencido, tu já sabes o que isso é !!!
Eu – Upssss….. snif… snif….
:)

domingo, 19 de fevereiro de 2012

NU, DOMINGO ...

.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O RECADO . . .

.

(NERF são uma espécie de pistolas do futuro, em plástico e disparam uns “mini-mísseis”…)
Eu – Lucas, como é que tens aqui uma arma?
Ele – O meu primo teve duas no aniversario e emprestou-me uma.
Eu – Sabes o que o pápi pensa dos brinquedos armas, certo?
Ele – Sei!
Eu – E então….
Ele – Foi emprestada…
EU – E o que muda?
Ele – Não dei dinheiro para fazerem brinquedos armas para as crianças!
Eu – Hãããã…?!?! Não deixa de ser violência o que representa a arma, certo?
Ele – Tu brincavas com armas pápi?
Eu – Sim……. Upssss ….
Ele – Vês….., não és violento e és o pai melhor do mundo. Não sejas básico … !!
Eu - Hããããã ….. !!!!! GLUC ……
.

A ENTRAR EM MIM ...

.

Eu – Pai, demorou a acabar essa merda …
Eu – Lucas, como achas que eu me sinto ao ouvir essa palavra?
Ele – Bem !
Eu – Como bem, não é uma palavra bonita para dizeres.
Ele – É normal…
Eu – Não é normal, para mim é uma asneira.
Ele – É normal eu dizer, não vês que é o adolescismo a entrar em mim !!!
Eu – Hããããã…… ?!?!?!
.

domingo, 29 de janeiro de 2012

NU, DOMINGO ...

.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A DESCOBERTA . . .

.

Ele – Pápi, lá no futebol há meninos que jogam melhor do que eu.
Eu – Sim… e?
Ele – Eu queria ser o melhor.
Eu - O que mais gostas nos treinos e nos jogos?
Ele – Gosto de tudo, gosto de jogar.
Eu – Se fosses o melhor o que mais gostarias nos treinos e nos jogos?
Ele – De tudo e de jogar…
Eu – E jogas?
Ele – Jogo!
Eu – Então …?
Ele – Hããã….!!! Então eu quero é divertir-me.
Eu – E para te divertires, tens de ser o melhor?
Ele – Olha, pápi tu descobres cada coisa… hoje vou divertir-me e ser o melhor!
Eu – Ok, então diverte-te.
Ele – Não sei se entendi bem mas no treino vou descobrir.
Eu - :) És o meu herói, vai!
.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O PLANO . . .

.
Ele – Hoje dei um murro na barriga do X.
Eu – Lucas, porquê bateres num amigo teu?
Ele – Estou diferente, agora quem se mete comigo e com os meus amigos, leva logo !
Eu – Isso dá-te resultado?
Ele – Dá! Deixaram de bater-me na escola.
Eu – E agora, achas que tens mais amigos ou menos amigos?
Ele – Não sei, pelo menos sabem que comigo não se metem, e eu sou mais pequeno do que eles.
Eu – Luki, na minha opinião, talvez tenhas outras formas de resolver o assunto. O que achas?
Ele – Não sei…, acho que depois consigo que eles fiquem meus amigos outra vez. Pápi, isto é só um “plano intermédio”.
Eu – Hããããã…….

.

domingo, 8 de janeiro de 2012

NU, DOMINGO ...

.