sexta-feira, 5 de março de 2010

NOITES DE LUA . . .

.










Mais um dia que acaba
e a cidade parece dormir,
da janela vejo a luz que bate no chão
e penso em te possuir.

Noite após noite, há já muito tempo,
saio sem saber para onde vou,
chamo por ti, na sombra das ruas,
mas só a lua sabe quem eu sou.

Lua, lua,
eu quero ver o teu brilhar,
lua, lua, lua,
Eu quero ver o teu sorrir.

Leva-me contigo,
mostra-me onde estas,
O que o pior castigo
O viver assim, sem luz nem paz,
sozinho com o peso do caminho
que se fez para trás...
Lua, eu quero ver o teu brilhar,
no luar, no luar.

Homens de chapéu e cigarros compridos
vagueiam pelas ruas com olhares cheios de nada,
mulheres meio despidas encostadas à parede
fazem-me sinais que finjo não entender.

Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites.
Os bares estão fechados já não há onde beber,
este silêncio escuro não me deixa adormecer.
Loucas são as noites.

Não há saudade sem regresso, não há noites sem
madrugada,
Ouço ao longe as guitarras, nas quais vou partir,
na névoa construo a minha estrada.

Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites...


(abrunhosa)

(post com "jazz & saltos altos" ...)
.

11 comentários:

leitanita disse...

Oh meu Amigo, esta foi para mim? Senti que sim! Abrunhosa, sem palavras...

...uma nota... disse...

"Não há saudade sem regresso, não há noites sem
madrugada,
Ouço ao longe as guitarras, nas quais vou partir,
na névoa construo a minha estrada."

Como eu entendo. Que imagens poderosas... Adorei todas elas mas as duas ultimas, são "eu".

Muito Obrigada...


Para ti, amante de pontes, um provérbio de origem Inglesa;
"A vida é uma ponte de suspiros sobre um rio de lágrimas."

Cada post teu, é um suspiro, leve e que nos oferece aquele sorriso... Lágrimas, que sejam só as minhas pois tu mereces tudo de bom, na companhia do melhor.

Muahhhh e Shuakssss

Obrigada

Vaca na Lua disse...

Gosto da Lua, gosto de Abrunhosa, fotos fantásticas... Excelente post!


Bjito directamente da Lua

Erotique disse...

Lindas fotos, lindo poema!
Adorei!

cantinhodacasa disse...

As fotos estão óptimas e o poema de Abrunhosa é lindo.
Tudo é louco quando não se dorme.
Beijinho

Vampira Dea disse...

Aqui eu gosto de tudo! Mas as imagens são demais!
Um convite: essa semana no Dea e o Mundo textos inéditos de autores convidados, sobre a mulher,em vários estilos de trabalhos, fotos, contos, poemas, tirinhas, venha conferir.
Um beijão.A cada dois dias trabalhos novos.

Tia Complicações disse...

Bonito muito sensual ....o dito pela voz rouca de Abrunhosa tem um efeito devastador.....

Helga disse...

Belo poema de um excelente compositor. Aqui, lido em silêncio... arrasou! Adorei as fotos!

Bjs :)

S* disse...

Maravilhosa... :)

Tenho outra coisa a dizer: sempre adorei boxers da Diesel. :P:P:P

LBJ disse...

As fotos como sempre fantásticas, sobre o Abrunhosa tenho sentimentos divididos, penso que terá a ver com aquela imagem que ele teima em manter que se desgastou. Esta letra cantorolei-a muitas vezes.

Abraço

pinguim disse...

Tudo belo nesta postagem...