sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

COMO NUM SONHO MAU . . .

.










- Lá estás tu…Já não me queres beijar? Os beijos não são contagiosos.
- Pois não. Agora o resto…creio que não tenho preservativos. Chatice! Estás a ver, não ando sempre preparado para as ocasiões.
- Não gosto de te ouvir falar assim.
- Não sei o que tenho Madalena. Decepção?
Depois fita-a, como se de repente fosse perdê-la, a engolir a palavra indesculpável, e deita-a sobre o leito imenso, nem afasta a colcha, que é também pesada. Desaperta botões, puxa-lhe a camisola de caxemira pela cabeça, quase lhe rebenta os atilhos do soutien, até expor às luzes veladas do quarto os seus mamilos erectos, as axilas escuras de tentadora, toda a morna solidão da sua pele. Até lhe tocar, com os dedos a tremerem, o sexo húmido de orvalho.
- Pára, por favor.
- Não sei se consigo, Madalena.
- Beija-me o umbigo, aí onde tenho o sinal da maldade.
Apertam-se, largam-se, despem-se completamente, quase ao desafio, tornam a beijar-se, lânguidos, saboreando-se, brincam, beliscam-se, lambem-se, a lua roça-se pelos canaviais, o sangue da paixão bate-lhes nas veias, rega as mãos com que eles já se possuem, talvez chame alucinações ou se misture aos lírios da pureza quando eles sorriem.
É em delírio, como num sonho mau, mas onde o mal é o bem e o bem é o mal, quando António se arqueia sobre ela, qual a estaca vermelha se enterra não na boca, como previsto, mas na obscura flor do ventre de Madalena.
O orgulho dela – loucura divina – dissipe-se quando os lábios comovidos de ambos se unem sobre o ardor da batalha.


Urbano Tavares Rodrigues
(Estação Dourada)
.

16 comentários:

NI disse...

Porquê sonho mau?

:)

O Meu Blog disse...

Poderoso... :)

GiGi disse...

Gostei das imagens e do texto :-)

spritof disse...

Mau??!?

Textículos disse...

Depois de ter visto as fotos da Clara Pinto Correia, era mesmo disto que estava a precisar para me recompôr. :)

Obrigado, bom fim-de-semana.

Paula disse...

complicado...
:P

dermatologistested disse...

pegando na resposta do texticulos, pena não ter fotografo para tirar fotos da minha cara blogársmica, quando me delicio com os teus posts! :))

Rita da Maçaroca disse...

E que continuem a existir pessoas assim... sem medo de escrever sobre aquilo que todos desejamos em segredo (ou não). Algo delicioso de se ler, pela simplicidade das acções que se expressam...

Beijinhos

Jasmine Rosemary disse...

"mas onde o mal é o bem e o bem é o mal"
sem dúvida!

Gosto imenso do teu blog, é brutal! parabéns!

concordo totalmente com o comentário da Rita da maçaroca!

cantinhodacasa disse...

Louco, selvagem, sensual.


Gostei e as fotos, como sempre no teu blog.

Beijinho

PIPI disse...

sonho mau? eu diria , sonho erótico..eheheh


como sempre lindAS as tuas fotos..bj

pipi

have a great weekend!

Vampira Dea disse...

Aiaiai...

Sara disse...

Mau não, diria diferente e vítorioso...
kisskiss

Paulo Lontro disse...

"É em delírio, COMO UM SONHO MAU, mas onde o mal é o bem e o bem é o mal, quando António se arqueia sobre ela, qual a estaca vermelha se enterra não na boca, como previsto, mas na obscura flor do ventre de Madalena."

Palavras do autor do texto, e por ter um sentido conotativo, serviu de título do post.

:)

Almofariza disse...

Faço das minhas palavras as dos Texticulos.

Felizmente já posso pensar e imaginar outras poses que não as anteriormente vistas.

:)

Cadês
Almofariza

Coelha disse...

Adorei... Tantos as imagens como o texto... Completam-se! Beijinho*