sexta-feira, 6 de março de 2009

MOMENTOS DELAS, A CORES...






fotos : renoux e web


Eis o centro do corpo
o nosso centro
onde os dedos escorregam devagar
e logo tornam onde nesse
centro
os dedos esfregam - correm
e voltam sem cessar

e então são os meus
já os teus dedos

e são meus dedos
já a tua boca

que vai sorvendo os lábios
dessa boca
que manipulo - conduzo
pensando em tua boca

Ardência funda
planta em movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
em torno
em volta
no centro desses lábios

que a febre toma
engrossa
e vai cedendo a pouco e pouco
nos dedos e na palma

de: Maria Tereza Horta

11 comentários:

Tretoso Mor disse...

Paulo,

Espectáculo!...

Bela conjugação poema-fotos!

Um gandabraço

najla disse...

Concordo com o Tretoso. Lindo!

beijinhos

Patrícia Villar disse...

Exactamente Paulo, o Tretoso disse tudo. Como já te disse um dia, esta conjugação poema-fotos é fantástica...muito bem escolhido.

cantinhodacasa disse...

Paulo, admiro a sua sensibilidade para tão bonitas fotos
Faço publicidade a elas, mas não plágio, ok?
Abraço

Edgar Marques disse...

Eh lá!

Lindo de ver... por perto.

P.S: Esqueci-me de te dizer que tua "apresentação" foi "five stars".

PAULO LONTRO disse...

Cantinhodacasa,
Infelizmente estas fotos não são minhas, não tenho esta virtuosidade. Algumas são de um senhor fotografo chamado Renoux que eu adoro, dê uma vista de olhos ao site dele, vale a pena.
Eu sempre que sei indico o autor, se forem minhas coloco o meu nome como autor.
Se por acaso não souber mesmo de quem é a foto tenho uma ressalva no final da página com o nome dos sites de onde normalmente tiro as fotos.

PAULO LONTRO disse...

Ainda bem que gostas Edgar…. Arregalaste o olho…. Lol lol ?!?!

É…, correu bem hoje, melhor do que esperava para o tempo disponível.

Olha que a tua foi uma surpresa … e daquelas!
Nunca imaginei montar um computador e no fim a coisa funcionar…!!!
Ainda não acredito .

cantinhodacasa disse...

Paulo, quando comentei as belas fotos, deduzi que seria de alguém. Lembrei-me do site/blog "olhares" que tem fotos lindissimas, também.
De qualquer forma não deixo de admirar o seu bom gosto em as postar no blog.
Obrigado pela indicação do site.
Vou lá.
Bom fim de semana

Ana Camarra disse...

Paulo

Um pedido ou desafio se quiseres, põe bonecos neste, também de Maria Teresa Horta.

"Joelho

Ponho um beijo
demorado
no topo do teu joelho

Desço-te a perna
arrastando
a saliva pelo meio

Onde a língua
segue o trilho
até onde vai o beijo

Não há nada
que disfarce
de ti aquilo que vejo

Em torno um mar
tão revolto
no cume o cimo do tempo

E os lençóis desalinhados
como se fosse
de vento

Volto então ao teu
joelho
entreabrindo-te as pernas

Deixando a boca
faminta
seguir o desejo nelas."

Se quiseres claro.....

beijos

Nagareboshi disse...

goste do post o poema é lindo, as fotos também :D

sessaoexperimental disse...

muito bom Paulo...muito bem mesmo...e as fotos...também estão catitas eheheh ;)

abração