segunda-feira, 1 de junho de 2009

BABY BABY...

video

Este filme não é apenas um filme de propaganda da protecção, este filme não é apenas a história da Baby Baby, é muito mais, é a historia da sorte ou da falta dela, do pôr-se a jeito, do engano, da desilusão, da persistência e do acreditar, do dar e receber, do dar e não receber, dos canalhas e dos bons corações, é a história de algumas pessoas que passam aqui todos os dias, no Lontrices desde há 1 ano.

28 comentários:

Dudaninha disse...

Todas as histórias podem ter um final feliz. Que todas as histórias tenham um final feliz! :)

E já passou um ano... longa vida ao Lontrices! Deste lado te abraço pelo excelente "trabalho" que tens feito por aqui.

NI disse...

Ao longo deste último ano deixei de acreditar em finais felizes.

Contudo, houve pessoas que me ajudaram a ultrapassar as desilusões e a descrença. Foste uma delas.

Obrigado pela companhia.

Beijo

vício disse...

já conheço este video há algum tempo mas foi bom recordar!
mais uma boa "lição de vida" deixada por ti...

Who Am I disse...

és fantástico :)) Bibó Lontrices


PS: Já agora cadê as fotos da entrega da Taça, hein?

beijinho

TM disse...

Eu costumo dizer que a paciência é uma virtude e que a persistência é um dom...
Ainda bem que tu tens ambas para nos conseguires aturar... ;)
Parabéns...

ianita disse...

Adorei o vídeo... dizem que o fígado é o único órgão humano capaz de se auto-regenerar, mas eu acho que o coração também é... adorei a imagem do abrir o peito e agarrar o coração nas mãos... a quantidade de vezes que o fazemos ao longo da vida... impressionante...

Obrigada e Parabéns.

Como sempre, sem máscaras.

Beijinhos

Cris... disse...

Amigo, lindo post.

Eu gostei da mensagem.
Beijinhos grandes, amigo.

leitanita disse...

Obrigado por existires e seres ASSIM! Por acreditares e fazeres os outros acreditarem nos finais felizes (como diz a Du).

PAULO LONTRO disse...

Dudaninha,
NI,
vicio,
WAI,
TM,
ianita,
Cris...,
leitanita,

Obrigado.

Nagareboshi disse...

parabéns! e que venham muitos mais se não acho que me dá uma coisinha má :D espero que continues com este magnifico blog e a por um bocadinho de ti em todos os posts!

já tinha visto esta publicidade mas gosto sempre de ve-la mais uma vez está muito bem feita.

Missanguita disse...

O Lontrices só faz agora um ano?
Olha que está bem desenvolvido para a idade...
Percentil 95.... :)
Continua a alontrar! :D

Gata2000 disse...

Eu diria mesmo que é a história da vida de todos e cada um de nós. Alguns só ainda não encontraram o seu final feliz, mas é uma questão de fé, não no sentido dogmatico religioso, antes na persistência de acreditar que todos merecemos ser felizes ao lado de alguém que nos ame, respeite e compreenda.
Parabéns!

Pax disse...

Eu gostei especialmente do "por-se a jeito". Não se pode esperar que a sorte nos caia do céu, é preciso colocarmos-nos a jeito para que nos caia em cima!

Beijo (porque estavas a jeito)

FATifer disse...

Parabéns…

Quanto ao vídeo também gosto de manter a ingenuidade que me permita ainda acreditar em finais felizes ;)

Um abraço,
FATifer

cantinhodacasa disse...

Olá. Já conhecia este vídeo, que muito me sensibilizou.
E tu, Paulo, neste dia mundial da criança, foste fantástico em escolher esta pequena história maravilhosa.
Parabéms pelo teu blog, parabéns por ti, e pela simplicidade e sensibilidade que transmites a quem por aqui passa.
Beijinho

Conde disse...

Só um ano?, gostei do filme, mostra cruamente(!) a vida de cada um de nós, mais coisa menos coisa, do...pôr-se a jeito, do engano, da desilusão da persistencia.... . Parabens pelo blogue, como ves e sabes é acarinhado por muita gente.

Ana Camarra disse...

Paulo

Eu também acredito em finais felizes!
O filme é fantástico e tu também.

beijos

PAULO LONTRO disse...

Nagare,
Missang,
Gata,
Pax,
Fatifer,
cantinho,
Conde,

OBRIGADO

PAULO LONTRO disse...

Ana,

OBRIGADO.

K disse...

Um ano?? Muito bem!!! Que continues activo então!

A história é bonita sim. E faz sonhar e faz acreditar e tudo e tudo. Mas sabes bem que eu penso que a vida não se resume apenas a isso e que podemos ser muito felizes mesmo que não tenhamos essa parcela. Ou então virei gajo! ahahahahahahahahah

Paula disse...

parabéns pelo teu blog lindo!
:)

com este título fizeste-me lembrar uma das minhas músicas brasileiras favoritas....
;)

PAULO LONTRO disse...

K,
Paula,

Obrigado

Afrodite disse...

Queres com este filme dizer que se eu for para a ponte 25 de Abril com a vontadinha de me atirar, aparece o príncipe encantado??? Foda-se o filme parece feito para mim, tirando o amigo do XXL que não era daquela cor AHAHHAHAHA...tirando isso...foda-se, até me arrepiei! Afinal...havia outra :(!

Olha nem sei de que me ri, triste isto...e às vezes fins felizes não acontecem. :(

Abreijinhos...já fiquei deprimida :)

PAULO LONTRO disse...

Afrodite,

Deusa, com este filme eu não quero dizer nada, acho é que, pelo que sei de algumas pessoas que por aqui passam, se podem identificar com ele ou com partes dele.

Concordo contigo, nem todos os fins são felizes e eu também já os tive, mas quando se pode ter um fim feliz, nem que seja um "fim que não é fim" mas também não é início, não há nada a perder se o quisermos aproveitar. Certo?

(Curioso, esperava o teu comentário ao post do dia 25 de Maio mas fico satisfeito por teres participado neste)

Anónimo disse...

Muito bem...pois o que há a Acrescentar... é um exemplo de vários da realidade da vida ou das coisas da vida,enfim como quiserem.Sabem há que viver, tirar melhor partido possivel,ser grato por tudo e olhem ao resto...ANDORINHO!!!AAAAHHHHHH!!!"SMILE BECAUSE LIFE IS SHORT,DON´T WORRY BE HAPPY"


ANGIE

PAULO LONTRO disse...

Angie,

É isso, passa rápida a vida!

Afrodite disse...

Hmmm este deixou-me pensativa e preocupada...pena não ter a alavanca como a menina do filme, faria maravilhas :).

Abreijinhos

P.S. - Vou ver i de 25 :)

Patrícia Villar disse...

Ups...acho que falhei (não tinha percebido que "fazias" 1 ano, lol. É uma das minhas características, a distracçããããããão).

Beijo do tamanho do mundo...e que continuemos todos por aqui, e se possível, com mais almoços.

Obrigada...sempre!