quarta-feira, 3 de junho de 2009

PONTOS DE VISTA OU ...

Ontem ao almoço estava eu no restaurante e ao meu lado um casal discutia… pois claro, parece que calham sempre ao meu lado.

Não entendo quase nenhuma discussão mas entendo-as ainda menos quando são discussões entre duas pessoas que supostamente se querem bem (ou assim parecia).
Não consegui deixar de ouvir, ou saía daquela mesa ou mandava-os calar…
É curioso como um assunto tão banal como o que discutiam os deixou naquele estado, não entendo porque estavam a discutir quando ambos estavam a dizer a mesma coisa, mas nenhum ouvia o outro.

Eu tenho consciência que nem toda a gente sabe conversar porque para conversar é necessário saber ouvir e esse exercício, que parece básico, é muito difícil para algumas pessoas. Há quem perca tanto tempo a pensar no que quer dizer que não tem tempo para ouvir e esse erro é fatal.

Se aqueles dois apenas parassem de pensar e ouvissem o outro 2 minutos facilmente deduziriam que estavam a dizer a mesma coisa mas cada um deles estava a ver ”a coisa” com os seus próprios óculos…

18 comentários:

ianita disse...

Principalmente é perceber que a verdade não existe... a verdade é volútel... a nossa verdade é a nossa perspectiva e não quer dizer que outra perspectiva, mesmo oposta, não seja verdade também...

Há um excerto do Palomar, do Italo Calvino, de que gosto muito... É quando o senhor Palomar tenta ver e entender uma onda do mar... e percebe que nunca vai conseguir saber o que é uma onda, porque nunca vai conseguir vê-la de todas as perspectivas ao mesmo tempo. Ninguém consegue.

Se percebermos isto... que a verdade muda com o tempo, que a verdade de hoje é a mentira de amanhã... se percebermos que mesmo pontos de vista contrários podem ambos estar correctos... se houver respeito...

:)

vício disse...

talvez um dia apenas consigam dizer "Porque é que eu não ouvi?"

Missanguita disse...

O problema são sempre as "graduações" diferentes...

Ana Camarra disse...

Paulo

Já vi este filme...
Por acaso j+a te ocorreu pensar que se sentam propositadamente perto de ti para te dar este ponto de vista do mundo?


beijos

Pax disse...

Completamente!
A capacidade para ouvir, como tu tens, nem toda a gente a possui!

Beijo :)

PAULO LONTRO disse...

ianita,
A verdade pode ser a conformidade do pensamento com a realidade.
Sendo assim a verdade é só uma se estiverem no mesmo comprimento de onda o que não era o caso, a realidade era apenas uma naquela conversa mas cada um deles estava a pensar com os seus óculos logo, pensamentos diferentes faziam a equação ter verdades diferentes o que não era o facto.
Apeteceu-me levantar-me e dizer-lhes; posso ser árbitro durante 5 minutos?

Da forma como eu entendo a verdade esta não muda com o tempo se pensarmos uma realidade da mesma maneira ao longo do tempo ou se a realidade se mantiver a mesma ao longo do tempo.
Para mim a VERDADE não passa de uma equação de 1º grau e é por isso que acho que as discussões resultam sempre de equívocos de linguagem…
Não sei se me fiz entender…

PAULO LONTRO disse...

vicio, seria tão fácil... mas às vezes já é tarde.

PAULO LONTRO disse...

Missang,
juro que não entendi.
podes explicar melhor?

PAULO LONTRO disse...

Ana,
estou com o raciocínio lento...
porque dizes isso?

PAULO LONTRO disse...

Pax,
Confesso que fui aprendendo com o tempo.
Não sou bom a discutir e talvez tenho sido um instrumento de defesa que adquiri...
Quando se entende bem os argumentos do outro tens contra-argumentos mais fortes.

cantinhodacasa disse...

Por que não foste árbitro?
Talvez eles te mandassem f****, desculpa, ou então escutar-te-iam, se fossem pessoas de bom senso, e poderiam entender o que discutiam.
Sabes quem está de fora pode fazer "ver" melhor, sem ser necessário os óculos.
Beijinho

Anónimo disse...

Pra mim as pessoas discutem , e tratando-se de um casal é muito óbvio,nao estao pa se esforçar minimamente pa se entenderem,é a lei da estupidez,têm gosto em ser brutos e calhaus,é o que chamo mediocridade.A maior pobreza de um sere humano é nao querer entender que dar-se bem e respeitar-se mutuamente e as diferenças em todos os sentidos é o maior trunfo,digo mesmo riqueza que se pode ter.Mas enfim a M....existe mas só vive dela quem quer.

Anónimo disse...

Nao assinei o meu anónimo,sim este ultimo sou eu


ANGIE

PAULO LONTRO disse...

Cantinho,

Infelizmente fui egoísta... já tenho problemas que cheguem e as pessoas têm que aprender com os próprios erros... vivemos uma vida cada vez mais individualista.

PAULO LONTRO disse...

Angie,

A vida está difícil e eu não conheço o contexto de vida daquele casal, não sei a felicidade que vivem ou as dificuldades por que passam neste momento, não sei qual foi a educação que tiveram, não sei pelo que já passaram, posso estar bem errado ou bem certo...

Tenho dificuldade em fazer juízos de valor aquele casal mas não tenho dificuldade em ter pena que estivessem infelizes naquele momento.

Missanguita disse...

Dos óculos... um não consegue ver com a graduação do outro... e vice-versa... quando não vêem o mesmo... corre mal...

Who Am I disse...

E há tanta gente que nem sequer se apercebe que não sabe ouvir...
beijinho

leitanita disse...

No outro dia dizias-me tu que é muito dificil estar em silencio consigo próprio.Ora entao te digo eu que é quase tao dificil como OUVIR o que o outro diz e o que o outro nao diz, ainda é bem mais dificil.