terça-feira, 20 de janeiro de 2009

THE CURE NO PANDA (re-edit)


No outro dia o meu puto cantarolava algo que me parecia familiar.
De repente veio-me à cabeça o nome dos CURE ... não, não pode ser, o meu puto com 5 anos não pode estar a cantar CURE, não é normal... eu sei que os putos agora vêem e ouvem tudo mas estes tipos eu ouvia-os há 20 anos entre o Punk e o Gothic.
Podia ser tudo menos CURE !!!

EU - Lucas que musica é essa?
ELE - É a musica dos Dragões
EU - (já o levei ao estádio ver o Porto, mas ninguém canta CURE no futebol) Dragões de onde ?
ELE - Do Panda ... Daahhh !!!

Agora, mais baralhado do que nunca (não há clubes de futebol com um Panda como mascote), queria mesmo saber donde vinham os CURE.
Bastou ir ao Panda, canal Panda e lá estavam eles ... nos desenhos animados!!!
Já estou preparado para tudo até para ver o Frank Zappa a cantar o Bobby Brown na voz de um boneco animado.


11 comentários:

Lize disse...

ahahah :) A música é bem gira, e eu não conhecia! :P


Beijocas :)

vício disse...

hoje em dia pode ver-se de tudo!
até o SIC Noticias passa Rammstein!

Ianita disse...

Que saudades!!

E Rammstein também era uma grande grande ideia!

Tenho saudades de ouvir música boa!

Kisses
(no nosso tempo, pelo menos no meu, havia desenhos animados com música do Sérgio Godinho, por isso...)

NI disse...

Quando passei os The Cure pela primeira na rádio quase que dava um ataque ao meu chefe, ahahahahahah.

Compreensível quando cerca de 99.9% da música que passava era música portuguesa bem calminha.

Beijo

leitanita disse...

Paulo,
Os clássicos são sempre clássicos!
E os tipos dos desenhos animados sempre foram muito "à frente"!
No meu tempo não era o Panda, mas as belas tardes de sábado com o Vasco Granja eram sagradas. ;)

nagareboshi disse...

the cure no panda O_o ahahaha é diferente...
Em resposta ao teu comentário: no outro dia estive a ver um programa sobre o caso esmeralda que ao contrário do normal até mostrou os dois lados da moeda e comecei a achar que tens razão...o pai fez o que podia a justiça é que não foi eficaz, quando os pais adoptivos esconderam a menina o tribunal devia ter tomado providencias. No fundo todas as partes são culpadas (o tribunal e os pais adoptivos acima de tudo) principalmente por não terem nunca pensado no bem estar emocional da esmeralda, todos a levaram de trás para a frente como se de um objecto se tratasse. Agora sinceramente qualquer desfecho que tenha o caso acho que não vai ser um bom final depois de tanto mal não há bem que o remedeie.

desafio no meu blog :D

sessaoexperimental disse...

caramba até me assustei...ehehhe

nagareboshi disse...

Egipto?!ena! deve ser um país fascinante? se fores ao Cairo cuidado no transito :P, e boa viagem!!

Missanguita disse...

É que o Panda não gosta de música infantil! Caramba! Também já deve estar farto! :):):)

Conde disse...

Nagareboshi,peço desculpa pela intromissão aos dois,mas,apetece-me acrescentar que TODAS as partes são culpadas e a criança nunca foi levada em conta. E para mim o pai verdadeiro é o maior culpado porque a menina tinha uma vida estável antes de ele aparecer, ele colocou os seus interesses como pai em primeiro lugar.È verdade ,e eu tambem sou pai,não poder estar com a filha e criá-la será dificil,mas se alguem tem que sofrer não seria a menina,ela é sempre o elo mais fraco. E antes disto tudo ela já tinha um pai e uma Mãe,agora tem o quê??.

Anónimo disse...

Diese Antwort, ist unvergleichlich levitra 20mg wirkung levitra bestellen [url=http//t7-isis.org]cialis online rezeptfrei[/url]