sexta-feira, 12 de setembro de 2008

PARA A PATRÍCIA QUE NÃO QUER PENSAR ...





Quero, quero ser chamada de querida
Quero, quero esquecer o dissabor
Sonho, sonho com as venturas desta vida
Sonho, sonho com as delícias do amor

Falam que eu sou bela Patrícia
Sempre a despertar loucas paixões
Dizem que meus olhos quando olham têm também malícia
Que com meu sorriso provocante eu conquisto (machuco) os
corações

Mas bem sei que sou triste Patrícia
Com a alma cheia de amargor
Pois ainda estou a esperar de alguém, sincero amor

6 comentários:

Patrícia Villar disse...

Ui...surpreendida!!! É uma honra ter um post dedicado. Ainda para mais, com uma música do Grande Caetano. Lindo!

(Pois que se era p ofender...o efeito foi o contrário, lol)

Beijinhos e mt obrigada.

Paula'maria disse...

Tambem tenho uma musica dedicada à "PAULINHA" (moi, neste caso)
Mas não é do Grande Caetano, mas tambem é parecido, são dos peste & Sida ;D

http://br.youtube.com/watch?v=lnIyTqxViDU
Ora veja ou vê la :b
(Achei importante referir)

metro e meio de beijinhos *

PAULO disse...

> Pat, por nada ...


> Paula, paulinha ... paulinha ...e logo dos peste & sida !!!

PAULO disse...

Tive a oportunidade de o ver cantar isto ao vivo em Itália.
Foi num espectáculo em homenagem a Federico Fellini e à sua mulher Giulietta Masina.

Quanto ao Post foi mesmo para a Patrícia Villar (e mais ninguém !!!).
Pareceu-me adequada …


Para quem anda distraído:

http://www.patricia-villar.blogspot.com/

Patrícia Villar disse...

Fiquei com inveja agora, espectáculo de Caetano em Itália...opá, eu queria! Se bem q se fosse ali na aula magna, já seria muito bom, lol.

PAULO disse...

Pat, eu vivia lá e deu para ver o caetano e tantos outros ....
mais já este ano o vi no Coliseu do Porto, tens fotos aqui no Lontrices .