quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

EU VOU, E TU .?

.






Nestes últimos dias em quase todos os blogues que sigo, aparecem os tradicionais desejos para o novo ano.
Lêem-se os, “desejo isto…”, “espero aquilo”, “vou tentar”, e alguns mais.

Pois eu também vos desejo tudo o que desejarem atingir.

Há no entanto blogues que, depois de lidos, nos dão um impulso inspirador e fazem-nos ver outros lados possíveis das mesmas realidades.

vejamos:

Muitas vezes ouvem-se pessoas a definir objectivos usando palavras que implicam pouco compromisso:

"eu gostava..."
"eu quero..."
"eu vou tentar..."

Ora a questão que ponho é, como é que eu falho um objectivo definido desta forma?

Se eu digo que "gostava ou gosto", não posso falhar... , mesmo que não consiga fazer o que me propus fazer, eu só tinha dito que gostava... e agora até posso gostar ainda mais!

O mesmo acontece com o "queria ou quero"... mesmo que não tenha sucesso, no fundo posso ainda continuar a querer.

E com o famoso "vou tentar" ?
Há quem diga que tentar é falhar com honra!

Façam a seguinte experiência:
Peguem numa caneta e coloquem-na à vossa frente.
Agora, atentem às instruções, tentem pegar na caneta... Tentem... Não peguem nela... Tentem...
Engraçado, não é?

O verdadeiro compromisso é dizer " Vou ! ".

Só quando dizemos "vou" é que nos estamos a expor ao falhanço (como é óbvio, dizer "vou" não implica que, magicamente, tudo se vai concretizar) e por isso só nessa situação é que pomos todos os nossos recursos ao serviço da concretização dos nossos objectivos!

Se ainda há dúvidas pensem no seguinte:

Numa relação romântica imaginem que o vosso parceiro/a diz:


"Querida, eu gostava era de ser fiel!",
ou mesmo "Eu quero ser fiel..."
ou ainda uma melhor "Vou mesmo tentar ser fiel!"

Quem estaria disposto a admitir esse grau de compromisso?


.
Pois esta semana este foi o texto que mais gostei, foi o Ricardo Peixe que o escreveu.
.
.
ADENDA AO POST (depois de comentários)


Henry Ford disse.

QUER ACREDITES QUER NÃO, TALVEZ TENHAS RAZÃO!


O que quer dizer esta frase ?

Se acreditas mesmo em algo, em algum objectivo definido, há mais hipóteses de chegares onde queres, pois vais empenhar-te muito, acreditas que vais conseguir.

Se não acreditares em algo, provavelmente não te vais empenhar porque, desde do início, não acreditas, logo, descem as hipóteses de chegares onde queres, de atingires o Objectivo.

Em qualquer dos casos, o resultado tende a ser concordante com a crença que tinhas no início.

Onde te empenharás mais, no EU VOU, ou no, EU VOU TENTAR ????

.

26 comentários:

Missanguita disse...

Eu ao menos disse o que eu quero. Umas virão. Outras não. Mas vou querer todas. E mover-me por todas.

Rita da Maçaroca disse...

Nao podia concordar mais.Amanha ao escrever o meu vou ter em consideração este teu post :)

O que se aprende com os grandes ^^

Beijocas

Sayuri disse...

Mas olha que os politicos dizem 'eu faço', 'eu quero', 'eu gosto', e depois é o que é....
(o meu blog não tem nada dessas coisas de resoluções para o ano que vem.... e porque nao se começa a fazer mensalmente, hein?)

continuando assim... disse...

e eu ??.... eu também quero ir!!!

bj :)
teresa

Paulo Lontro disse...

Missanguita,

Eu vi e gostei!

E se em vez de dizeres,
"vou querer todas"
disseres,
"Vou fazer todas".

Missang, à partida, HOJE, podes dizer que é impossível?

Pois...!

Então, também podes dizer que as VAIS fazer todas, Certo ?

:)

Vício disse...

e quantas vezes o "vou", quando escrito... ou dito... não passa apenas de um "hei-de"?

quantas vezes a vontade de conquistar o mundo dura apenas "um minuto"?

no fim de tudo... o dia 1 de janeiro é apenas o dia a seguir ao 31 de dezembro e a vida de 2009 não se estaciona a um canto para pegar numa nova!

boa passagem! porque o ano... vai ser o que fizeres dele!

cantinhodacasa disse...

Feliz Ano de 2010.
Beijo para ti , CAT e Lucas.

Tiago disse...

Lontro, um feliz 2010 para ti :)

catwoman disse...

Eu ainda não pronunciei, nem sei se vou fazê-lo. Não costumo tomar decisões de ano novo. Mas tomo decisões novas durante todo o ano, será que conta? É que quando tomo uma decisão é para valer, posso andar a arrastar-me nos prós e contras algum tempo, mas quando decido,saiam da frente ... Bjs e um Feliz 2010 para a familía Lontro.

Almofariza disse...

Só para te "amandar" um olá :)
Desejar-te um grande ano ( que sei que o vais ter) :)
E dizer-te que tiveste direito a post no Candilhes, ena pá :)

Cadês
Almofariza

P.S- Já agora sabes o que são Candilhes?

Paulo Lontro disse...

Meus amigos, há aqui um equívoco.
A passagem do ano é um momento infinitesimamente pequeno, na realidade não representa mais do que qualquer outro momento igualmente infinitésimo de qualquer outro dia.

Normalmente é utilizado como metáfora para uma partida, zona de trampolim, arranque e nada mais do que isso, mal seria se algum de nós só tivesse objectivos a começar a cada 1 de Janeiro.

Apenas utilizei essa metáfora que todos utilizam. De uma maneira ou outra, sentem o último segundo a passar e o primeiro a começar (para quem não está a dormir, é que, já me aconteceu...), o ano muda.

Vou explicando à medida que vou respondendo aos comentários.

Paulo Lontro disse...

Rita,

Ainda bem que o post te ajudou ou te fez pensar.
Beijo e passa um excelente fim de ano.

:)

Paulo Lontro disse...

Sayuri,

Os políticos não se regem pelo nosso calendário mas sim pelo calendário eleitoral...
Lol… :)

Como disse é uma metáfora esta coisa da data. Não é para levar a sério…
:)

Já agora, digo-te que todos os dias tenho objectivos para o dia e avaliação de resultados, pode parecer detalhe mas não é.

Repara, tu tens um objectivo qualquer importante, se o dividires em pequenos passos, minúsculos, impossíveis de falhar, e cada dia realizares um, passo a passo, dia a dia, caminhas na direcção planeada, daí a importância de escrever os objectivos com muita frequência, e ficar focado.

Cada um gere a sua vida da maneira à sua maneira, a minha é apenas uma maneira e nada mais. Quem sou eu para fazer juízos para quem os faz ou não faz.

Gostei do teu “hein?” final. Eheheheh …

Beijoca
;)

Paulo Lontro disse...

continuando assim,

rsrsrsr... mas... como queres vir se "continuas assim" ?
;) mas, se mudares de ideia VEM !

capice?
kiss Lontro

:)

Paulo Lontro disse...

Vício,

Epá, eu já tenho que gerir as minhas coisas, eu não me preocupo se o "vou" de alguém é na verdade um "hei-de", o problema é de que faz a troca.

Tudo muda se essa pessoa me pedir ajuda, aí eu posso ajudar a que o "vou" seja um verdadeiro "vou".

Quanto ao dia a explicação está no comentário que deixei há pouco.

Este post serve "apenas" para chamar a atenção sobre a "Comunicação Interna" que fazemos.

Nós podemos não notar, mas há diferença na nossa atitude se se disser eu VOU ou eu QUERO IR ou ainda eu VOU TENTAR.

Fisiologicamente ou em fisiognomonia , podes reparar que o teu corpo muda com o teu estado e emoções.

Repara que o teu corpo não está na mesma posição quando estás triste ou contente, o corpo e a mente estão ligados.

Outro exemplo aparece quando pégas numa caneta e a metes na boca (de lado, não a engulas...) e com a cabeça muito inclinada para trás, nessa posição e com a boca com a caneta, não consegues pensar em algo triste, experimenta !

Henry Ford disse.

QUER ACREDITES QUER NÃO, TALVEZ TENHAS RAZÃO!

O que quer dizer esta frase ?

Se acreditas mesmo em algo, em algum objectivo, há mais hipóteses de chegares onde queres, pois vais empenhar-te muito mais, se não acreditares provavelmente não te vais empenhar porque, desde logo, não acreditas, logo descem as hipóteses de chegares onde queres.

Em qualquer dos casos o resultado tende a ser coordenado com a crença que tinhas no início.

Onde te empenharás mais, no EU VOU, ou no, EU VOU TENTAR ????

Grande abraço meu caro Vício

:)

Paulo Lontro disse...

cantinho,

tudo de bom para ti.
beijocas

:)

Paulo Lontro disse...

Tiago,

Obrigado, o mesmo para ti.

abraço.

Paulo Lontro disse...

catwoman,

minha amiga, se leres os comentários que fiz agora entenderás o que eu te responderia.
para não voltar a escrever tudo, por favor, dá uma lida nos comentários anteriores.

beijo Lontro

Vais ter um excelente 2010, sabias?

:)
;)

Paulo Lontro disse...

almofariza,

Hó mulher vocês têm dialecto aí na ilhota ???
Claro que nao entendi !!!

lol... Hehehehe....
kiss

:)

Missanguita disse...

Eu já quero todas. Agora é hora de as ir buscar.

Hugo de Macedo disse...

...eu também vou!

Feliz 2010, abraço!

Paulo Lontro disse...

Hugo,

opá, estas palavras já parecem slogan de concerto, Eu Vou...!
Heheheh...

Bom ano!
abraço
:)

Storyteller disse...

Bom ano, Lontro.
Kiss, Story
:)

Já agora... não te convidei para fazeres parte do júri pois quero que participes no concurso!

:D

cantinhodacasa disse...

Eu vou...continuar a ler-te e a gostar daquilo que escreves.
Eu vou, e tu...?

pinguim disse...

Isto acaba por lembrar um pouco aquele velho provérbio: "Quem quer, vai; quem não quer, manda!"
Eu sei bem disso; o problema é sair da inércia do "quero" para a realização efectiva do "vou"...

Eu este ano VOU mesmo (não vou tentar) sair dessa inércia.

Isandes disse...

VAI ter 1 bom ano, paulo! ;)
tudo de bom, xuac