sábado, 19 de setembro de 2009

ISTO É MAIS, MUITO MAIS, DO QUE "SÓ" CANTAR !

Notável, vejam esta interpretação.

9 comentários:

LBJ disse...

Lembro-me bem desta interpretação e de que embora andasse noutra onda musical, esta musica e este momento sempre me arrepiou.

Abraço

Missanguita disse...

Eu AMO esta canção. Basta ouvir o piano... arrepio....

PAULO LONTRO disse...

LBJ,

O J.B. vive a canção, não me lembro de alguma vez ter visto uma interpretação assim.
Ele canta, mas também fala e fala cada palavra sentindo-a, vê-se na cara a emoção de cada palavra.

PAULO LONTRO disse...

Missang,

Eu conhecia a canção, claro, mas nunca tinha visto esta interpretação.
No youtube há várias versões mas esta é muito diferente das outras, é muito mais sentida.

Princesa (des)Encantada disse...

É de facto arrepiante. Intensidade espantosa, na voz, no olhar, na expressão. Mais do que nas própria palavras.

Pronúncia disse...

Linda, linda!

Há músicas intemporais e que nos arrepiam sempre a alma de cada vez que as ouvimos!

Quase Blog da Li disse...

Paulo,
ontem quando assisti ao vídeo (não conhecia) nem consegui comentar...
Chorei.
É emocionante por demais!
...
Me fez lembrar outra, da Elis, na mesma situação pessoal, quando interpretou Atrás da Porta do Chico:
http://www.youtube.com/watch?v=35FPZR24djg

Esta em particular (diferente de outras vezes)foi arrepiante.
beijo
li

Ana Camarra disse...

Paulo

Brell era único na forma, na maneira, no juntar das palavras, não conheço "pequenas canções" dele, são todas assim, imensas, brutais, avassaladoras, tornou-se um marco da cultura francesa, sendo belga.
Gosto muito!

Escuta a Valse á mil temps

beijos

Pax disse...

Fiquei aqui parada a sentir...

Tendo em conta o ano desta música, acho que adoro esta canção desde ainda antes de eu existir... :)