segunda-feira, 30 de novembro de 2009

TU, ESPELHO . . .

.











Não sinto nada, nada de diferente.
Continuo a ser a mesma.
Olho-me e vejo a mesma de sempre.
Talvez este espelho devesse ser mágico e dar-me respostas.
-Oh espelho! Eu ainda sou a mesma?
Mas o espelho não responde, talvez esteja zangado comigo por eu já não ser a mesma.
Por fora sou.
Mas só por fora, para ti espelho teimoso e mudo que não me respondes…
Cá dentro de mim há mares, entendes?
Grandes vagas que me levaram até ele e mesmo que eu lutasse contra o rumo traçado pelas marés as minhas mãos tinham escrito que teria que ali aportar.
Tu não entendes espelho porque nunca amaste, só te enfeitiças por instantes de quem de ti se aproxima mas amor, assim como o meu, cravado, tu não sabes, tu não agarras ninguém!
Não sinto nada por fora, nem o saber-me falsária de outro amor.
Não o fiz de intenção, apaixonei-me… como tu espelho traidor que agora me atiras uma mesma que já não sou.




texto:Sant'Ana

12 comentários:

João Menéres disse...

AH!...
Se eu fosse o espelho em que te vês, verias que tudo seria bem diferente !
Falas em grandes vagas de um mar que dizes ter.
Pois, eu andei em grandes mares que me tiveram...

Vês, como tudo seria diferente?

GiGi disse...

De nada ;-)

GiGi disse...

Ops... Postei o comentário acima com meu outro perfil. Sou a Giovana ^_^

spritof disse...

Olha.... confesso que nem li o texto... peço desculpa, mas a hora já vai alta e as kaipirinhas não ajudam a ler... mas vi as fotos... e são muito boas...

Estou como elas... é um excelente colirio para os olhos...
;)



Gostei muito!
:P

spritof disse...

...continuo a gostar disto...
:P



Mas agora já li o texto.
:)

Rui da Bica disse...

Eu não continuo a gostar ! :))

Começo é a gostar "destas" 2ªs feiras em vez das "outras" !
:))
.

Giovana disse...

O espelho traz-nos muitas revelações, ao mesmo tempo que esconde outros inúmeros segredos.

Linda a ruiva!

:-*

cantinhodacasa disse...

As 4ª e 5ª fotos estão simplesmente lindas.
O texto, deslumbrante.
Beijinho

Goldfish disse...

Um espelho que espelhasse o que nós sentimos... não sei se alguém quereria esse espelho!

Aprendiz de gente disse...

Um espelho que reflectisse o que nós sentimos e somos... um pouco como o "retrato de Dorian Gray" - ser revelado sem reservas nem pretextos... aposto que afastava muitas beldades do objecto luzidio ;)
Mas acho que um pouco da magia das fotografias que exibes (aqui e noutros posts)é essa mesma, a capacidade de captar, em um momento, uma essência,uma verdade...

Aprendiz de gente disse...

Já agora fotos lindas.
E a ruivinha mostra bem que um corpo roliço pode ser tão, ou mais, carismático que o corpo duma modelo :D

Paulo Lontro disse...

A todos,

Curiosos os comentários, não tinha colocado a possibilidade destas variantes, segui apenas o texto.

Interessante o facto de alguns se colocarem no lado do espelho, ou colocar o espelho a ler os pensamentos e não o exterior físico de quem se espelha.

Cada realidade pode ser vista e alterada, interpretada, segundo os olhos que a vêem.
(estou a ter uma ideia para o próximo post fotográfico..hehehe..)

Como em tantas outras coisas da vida, devemos aceitar as interpretações diferentes das nossas e aproveita-las como uma oportunidade para alargar o horizonte das possibilidades disponíveis.

As pessoas mais “flexíveis” tendem a ter mais facilidade em dominar o meio em que vivem!