quinta-feira, 5 de novembro de 2009

ETAPA A ETAPA, PASSO A PASSO . . .

.


Vocês têm a consciência que a grande maioria das pessoas não se apercebe disto?


.

26 comentários:

João Menéres disse...

TENHO ue visitar estas LONTRICES COM VAGAR !!!


Um abraço.

Susaninha disse...

ENTRE VENCER E PERDER....
Tenho....

leitanita disse...

Sim!
MESMO!!!!
Faz-me lembrar o outro do Stay hungy stay foolish!

Lia disse...

verdade...

najla disse...

Infelizmente a maior parte não tem mesmo essa conciência....julgo que a esse pequeno fenómeno chama-se egoísmo e olhar para o próprio umbigo. Claro, com um cheirinho de competição e lambidelas de botas...dá sempre jeito!

Paula disse...

e quando saber...agarrar ou largar? nunca tenho certezas de nada, apenas instinto, apenas sentimento.

VCosta disse...

É bem verdade... belísssimo post Paulo...
E é tão bom lutar em equipa... seguir todos o mesmo rumo no mesmo barco!

Paulo Lontro disse...

João,

Pois volte sempre, eu passo nos seu muitas vezes a ver algumas das suas fenomenais fotos.

;)

Paulo Lontro disse...

Susaninha,

Tenho... ???
Espero que seja Vencer!
:)

Paulo Lontro disse...

Leitanita,

Sim !
E também tenho aprendido contigo sabias?

:)

Paulo Lontro disse...

Lia,

Pois é verdade e nem sequer é SEGREDO !!!

:)

Paulo Lontro disse...

najla,

Minha amiga, entendo o que dizes mas, sabes, eu acho que muitas pessoas nem para o seu umbigo sabem olhar.
Muitas vezes olham para ele e, estão tão negativamente condicionados, e lá começa tudo de novo, olham para os outros e tentam sentir-se mal, tristes, abatidos, deprimidos, sem sequer consciencializarem que, poucos minutos antes, estavam a olhar para um umbigo lindo, perfeito...

kiss
:)

Paulo Lontro disse...

Paula,

Tens mais uma coisa fundamental Paula, tens os teus VALORES, são esses que te fazem escolher os caminhos, é a isso que chamas sentimentos, segues o “INSTINTO”, pois então segue-o, mas decide, entra em acção!

Importante é que escolhes um caminho, nunca será um erro pois a escolha consciente é tua, (sem maldade ou má fé) e só tu te responsabilizarás por ela.

Não adianta esperar por certezas, elas não existem.

As avaliações variam no tempo, o que hoje parece bom, amanhã pode não cumprir a tuas expectativas e vice-versa.

Pára, pensa, avalia e decide!

Be free Polita
:)

Paulo Lontro disse...

VCosta,

Pois é, mal seja possível coloco o meu filho a fazer desporto, se possível, uma modalidade de grupo.

Eu comecei a jogar Andebol com 9 anos e fui obrigado a parar aos 20
Aprendi muito com o desporto.

Um professor, um dia, ensinou-me a nunca mais dizer que vou jogar EU/NÓS CONTRA A ou B, se vou jogar será sempre EU/NÓS COM A ou COM B, como opositores.

Nunca esqueci esta lição, nem do professor que a ensinou...

:)

Paula disse...

eu tomo sempre a decisão, seja ela para o que for!
às vezes faço uma comparação muito parva, mas que me ajuda a pensar que tenho de enfrentar a vida independentemente das suas dificuldades ou dos meus medos.
nunca gostei de ir ao dentista, tinha mesmo um pavor incalculável, no entanto o medo de ficar sem os dentes ou de ter dores era muito maior e por isso fui sempre apesar do terror...eu disse que era parva, mas é assim que penso em relação a muitas coisas na vida.
:)

VCosta disse...

Modalidades de grupo são importantes...
Importante é também perceber que por vezes não interessa ganhar mas sim nunca perder o grupo!
As derrotas são fonte de aprendizem, principalmente!

Rui da Bica disse...

Isto não só relativo ao desporto, mas também em tudo na vida !

Determinação total, para atingir o objectivo, seja ele qual for !

Porque é que muitas vezes esquecemos ?
.

Paulo Lontro disse...

Paula,

boa, rsrsrs, já te imaginaste desdentada?
:)

VCosta,

Sem duvida Costa, podemos aprender com tudo, derrotas e vitórias.
;)

Rui,

"Porque é que muitas vezes esquecemos ?"

Talvez..., porque não somos perfeitos...!
:)

Paula disse...

porra....
nem sequer quero imaginar!!!!
:D

Vani disse...

Já dizia um poeta (suspeito que tenha roubado a filosofia a tomás de aquino, mas...), camiñante, no hay camino, se hace camiño al andar...

Paulo Lontro disse...

Vani,

Concordo, é assim mesmo.
Outra parecida é:

Não há caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho!

Buddha (?)

JP disse...

Paulo,
Tive dificuldade em visualizar o vídeo. Bem...
Durante alguns anos pratiquei ginástica... por vezes tínhamos os denominados saraus desportivos onde apresentávamos esquemas, bastava um "falhar" e lá se ia todo o trabalho (por vezes de meses).
Até me lesionar, também pratiquei judo durante alguns anos. Uma modalidade bem distinta da ginástica, nesta só nós contamos... no entanto a motivação foi a mesma.
Seja no desporto, na empresa ou na tropa não basta a nossa motivação, temos de saber o porquê e para quê. De nada serve a nossa boa vontade se não tivermos em mente o objectivo, se não soubermos para que lutamos, se não existir um fio condutor, um bom guia. Agora... por muito tempo que demore, se estivermos cientes de tudo basta o "querer" para atingir o que pretendemos.
O vídeo (e o filme) é muito bom e neste caso passa uma mensagem bonita, bem motivadora.
Bom fim-de-semana!
Abraço :)

Paulo Lontro disse...

JP,

Lamento, tenta no youtube.

Sem dúvida, conhecer o destino, o objectivo é fundamental.
Levantas um ponto muito importante, em grupo, todos têm que ter o mesmo objectivo, tem que estar bem definido, tem que ser claro e tem que ser possível ir avaliando e medindo os resultados.

No desporto individual não será muito diferente, mas depende apenas de ti.

Bom fim de semana.

Quase Blog da Li disse...

Paulo,
obrigada por presentear esse vídeo com o Al Pacino (QUE EU AMO)
e com uma GALERIA DE ÍDOLOS
que me falam tão perto ao coração!
Sim,
"Podemos sair do inferno
Uma polegada de cada vez."
...
vale pra tudo na vida!
LINDO!!!
beijo
li

Paulo Lontro disse...

Quase Blog, Li

Eu adoro o Al Pacino, tal como o De Niro, curiosamente quando vivia em Itália vi os filmes e eles eram “dobrados” pelo mesmo actor italiano.

Penso que no Brasil também dobram a voz dos actores quando o filme não é em português, não?

Era uma pena, aquelas vozes perdem o sentido quando não são o original.

Quanto ao conteúdo do filme, está lá tudo.
O grupo entendeu o MOTIVO, o OBJECTIVO colectivo e ficou preparado para a ACÇÃO.

Sabes Li, muitas vezes os insucessos acontecem porque as pessoas do grupo não partilham a mesma missão, a mesma visão, o mesmo objectivo, quando isso não está definido e entendido da mesma maneira por todos, então, qualquer caminho serve e o que vemos?

Cada elemento está orientado para um local diferente e isso é só por si meia derrota.

:)

Quase Blog da Li disse...

Paulo,
Graças aos deuses aqui, na TV, paga não dublam os filmes!
O olhar e a voz do Al Pacino são de arrepiar a espinha, ufa!!
Eu sonho em dançar um tango com ele!
:)))

Atualmente o sentido de crescer, viver, compartilhar em grupo se perdeu,
em algum lugar...
Vemos muitas pessoas talentosas, criativas, generosas,
perdidas como zumbis,
na meia derrota
que acredito ser
uma derrota inteira.
E assim, infelismente, caminha a humanidade.
beijo